Buscar

Minha história com os Florais de Bach

Eu tomei floral pela primeira vez quando era bem novinha. Eu tinha um pediatra que era homeopata e também receitava os florais de Bach. Eu raramente ficava doente quando criança, mas meu emocional precisava de um suporte, e foi aí que os florais entraram. Passei por fases de ter ciúmes da minha irmã mais nova, de não comer direito e adaptação na nova cidade. Os florais vieram para acalmar e me ajudar a passar por essas fases de forma mais tranquila. Teve uma situação até engraçada.



Eu era bem levada, e uma certa vez, quando eu tinha ali meus 6 anos, minha mãe estava distraída, e eu fui até a cozinha, me estiquei toda em cima do armário e peguei os frasquinhos de homeopatia (aquelas bolinhas de açúcar) e florais e resolvi tomar os frascos quase todo!!! Minha mãe me pegou no flagra mas com os vidrinhos já vazios. Lembro até hoje da cara de desespero dela, tadinha, achando que eu pudesse ter um piripaque. Na hora, ela ligou para o Dr. Cesar, meu pediatra, e perguntou: “Dr, a Marcella achou os frascos dos remédios e tomou quase tudo! O que eu faço?? Ela pode ter algum problema por conta disso?! Preciso levar para emergência do hospital?!”, e o Dr César, calmo do jeito que só ele, falou: “Não izabel, não se preocupa. Como os florais não tem química, é apenas a informação da flor, não tem perigo algum. Continua o tratamento normal, com a posologia que eu recomendei”. E minha mãe respirou aliviada. Mas nem por isso me livrei da bronca haha e depois daquele dia nunca mais ousei a fazer isso.


#terapeutaholistica#terapeutafloral#terapeutafloralonline#terapeutafloraldebach#terapeutaintegrativa#farmaceuticaholistica#farmaceutica#autoconhecimento

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo